Na última semana, nos dias 29, 30 e 31 de outubro, aconteceu na Sala Palma de Ouro a sexta edição do Curta Salto – Festival de Cinema de Salto.

Este ano mais de 20 curtas-metragens foram exibidos em duas categorias competitivas: a Mostra Salto e a Mostra Comunidade.

Cerca de 1.200 espectadores acompanharam as noites de exibição e premiação durante os três dias de realização do evento.

Nas duas primeiras noites o público presente se emocionou com obras das mais variadas temáticas, de ficções como o drama “Alfazema” (direção de Vinícius Oliveira), que abordou a masculinidade tóxica na sociedade atual, ao ensaio fílmico “De Mãe pra Filha” (direção de Victória Siqueira), uma provocação sobre as heranças familiares e o significado de ser mulher no século XXI.

O júri deste ano foi presidido pela cineasta Jessica Queiroz e composto pela professora universitária da Unicamp e precursora dos estudos de gênero Karla Bessa; pelo vencedor do Prêmio Estímulo ao Curta-metragem de 2015, Lucas Bettine; e a artista plástica e diretora geral da FAMA, Raquel Fayad.

Segundo a presidente do júri, todas as obras apresentaram alta qualidade técnica, além de trazerem temáticas atuais e de resistência para o cenário audiovisual interiorano.

Antes da premiação também subiu ao palco a idealizadora do festival e orientadora do processo de produção, a cineasta e professora Lilian Santiago. Lilian destacou o potencial de produção dos estudantes, cuja participação na organização do festival também foi ressaltada. Ainda segundo a cineasta, a edição deste ano definitivamente superou as anteriores e se destacou na qualidade das produções.

Confira abaixo a lista dos vencedores da edição:

Mostra Comunidade

• Melhor Filme da Mostra Comunidade – Eduardo Almeida, Diana Silveira de Almeida, Alberto Fernando Gil Dias e Paulo Roberto da Fonseca por “O Alienista”.

Mostra Salto

• Melhor Roteiro – Felipe Fré por “Fome”
• Melhor Montagem – Camila Jan por “Minha Deusa e Eu”
• Melhor Som – Beatriz Martorell por “Luci”
• Melhor Arte – Bruna Fracascio por “Amarelo Canarinho”
• Melhor Fotografia – Giulia Baptistella por “Minha Deusa e Eu”
• Melhor Direção – Henrique DPK por “Onde Nascem os Deuses”
• Melhor Ator – Celso Rabetti como Augusto em “Grisalhos”
• Melhor Atriz – Elis Braz como Magda em “Amarelo Canarinho”
• Criança Revelação – Sara Santarém como Lia em “Fome”

• Menção Honrosa – Eduardo Pereira por “Amélia”
• Menção Honrosa – Karen Takahara por “Doces ou Travessuras”
• Menção Honrosa – Pedro Furquim por “Onde Fica a Casa do Meu Pai?”
• Melhor Filme – Júlia Nakamura por “Rejunte”

Este ano foi cobrado 1 quilo de alimento não perecível em prol do Lar Frederico Ozanam, de Salto. Cerca de 1 tonelada de alimentos foi arrecadada ao longo do festival. A entrega oficial das doações deve acontecer nos próximos dias.

O VI Curta Salto contou com o patrocínio do cinema Movieplex e da Fábrica de Arte Marcos Amaro, além do apoio cultural da Prefeitura da Estância Turística de Salto.