No último domingo de abril, alunos da Faculdade de Saúde e Ciências da Vida (FSCV) participaram do projeto Vida em Movimento, em Itu, que contou com o Bike Saúde, um passeio ciclístico em alusão ao Dia Mundial da Saúde e Dia Mundial de Combate ao Câncer. Os ciclistas saíram da frente do Ginásio Municipal “Prudente de Moraes”, percorreram um trajeto com pouco mais de sete quilômetros pelas ruas centrais da cidade até a Avenida Galileu Bicudo.

Como parte dessa programação especial de Saúde foram montadas, na Avenida Galileu Bicudo, tendas com alunos de Enfermagem, para a realização de exames de glicemia e aferição de pressão arterial, do curso Nutrição, com orientação e avaliação a partir dos hábitos alimentares, além do peso, altura e medidas, com cálculo do Índice de Massa Corpórea (IMC), e também do curso de Estética, com quick massage.

Houve a participação de 684 pessoas, sendo 263 na faixa etária de 16 a 39 anos, 286 na faixa etária de 40 a 59 anos e 135 anos com 60 anos ou mais. Das 149 mulheres que aferiram pressão arterial, 85,9% apresentaram pressão arterial dentro dos padrões normais e 14,1% apresentaram pressão arterial alterada, sendo 6,71% fumantes. Dos 118 homens atendidos, 80,5% apresentaram pressão arterial dentro dos padrões normais e 19,5% pressão arterial alterada, sendo 9,19% fumantes.

Ainda no evento, 264 pessoas fizeram teste de glicemia. Das mulheres, 92,5% apresentaram glicemia normal e 7,5% glicemia alterada. Dos homens, 90,6% apresentaram glicemia normal e 9,4% glicemia alterada. Um total de 173 pessoas passou por avaliação nutricional. O resultado das avaliações apontou 71,4% de mulheres com peso normal e 28,6% com sobrepeso/obesidade, e 57,4% de homens com peso normal e 42,6% com sobrepeso/obesidade.

Também foram realizados 120 atendimentos de quick massage, 351 orientações de prevenção ao câncer pela Ong +Vida e 170 orientações de prevenção à dengue pela Secretaria Municipal de Saúde.

Estiveram presentes, supervisionando os mais de 30 acadêmicos, os professores José Correia França, Bárbara Lacerda e Raquel Lucca Vaz. “Essa é uma atividade muito importante porque desperta a consciência social no futuro profissional, além de melhor prepará-lo para as diferentes atividades que a profissão oferece”, comenta o professor Marcel Cardoso, diretor da FSCV.