Nossos alunos de Moda, realizaram desfile que faz parte do projeto da AECA – Agência Experimental de Comunicação e Artes.

A concepção de um desfile vai além das roupas, a ideia é aprofundar temas com ampliação do repertório visual e técnico dos alunos, para melhorar sua criação e estabelecer adequadamente conceitos, trabalhar tendências e principalmente criar elementos que despertem desejo nos consumidores.

A abertura do desfile contou com uma apresentação de dança da companhia Blow Up Cia, coordenada pelo professor de dança Ed Flávio Ferreira, que é também, um dos nossos alunos de Moda, que ajudou a produzir o evento.

Na passarela, foram apresentadas quatros coleções, com os temas:

Bumba meu Boi: Baseado no folclore brasileiro popular, a coleção enfatizou a manifestação cultural e a religiosidade, que gira em torno de uma lenda sobre a morte e ressurreição de um boi. Os elementos chaves da coleção foram as cores, bordados e o artesanato.

Criative: Baseado no clássico da dramaturgia, Oscar Fingal O’Flahertie Wills Wilde, ou simplesmente, Oscar Wilde, a coleção desenvolvida busca modernizar conceitos clássicos. Com cores sóbrias, tecidos finos, idealizando a era vitoriana com sua sofisticação. Um mistério sombrio que desperta ainda mais a particularidade de uma época curiosa e intrigante.

O Mundo de Tim Burton: Há muitas curiosidades em torno do universo de “Tim Burton”, começando pelo seu estilo. Essa coleção foi caracterizada pelas maquiagens marcantes, atitudes fortes e abraçando as diferenças pois, num mundo de excluídos, é importante demonstrar que o estranho pode ser belo.

Jeansferente: E para encerrar a noite, um grande desafio, um desfile produzido apenas com jeans e mais:  tecidos de jeans que são descartados e devidamente reaproveitados. A coleção teve inspiração no futebol americano, o esporte mais popular na terra do Tio Sam. As peças refletiram que garotas estão antenadas com a diversidade cultural do esporte quanto com a moda.

 

“Os nossos alunos aprendem que, para criar, não basta somente ter uma boa ideia. Aprendem que é necessário adquirir o conhecimento e organizar os elementos para executar a ideia com precisão pois boas ideias só se tornam realmente boas quando são concretizadas. Para tanto buscamos ampliar o horizonte de nossos alunos provocando-os, fazendo-os ir além daquilo que veem ou conhecem sobre a moda. Damos a eles desafios que os obrigam a procurar sempre mais e darem o melhor que puderem naquele momento. É por isso que temos tantos bons resultados apresentados em trabalhos práticos como o visto aqui. Reforço: os alunos de moda são naturalmente criativos, cabe ao nosso corpo docente o trabalho de apontar-lhes a direção correta para explorar eficientemente essa criatividade”, comenta o coordenador do curso, Reginaldo Silva