Dos dias 01 a 04 de novembro, os alunos do curso de Educação Física do CEUNSP participaram do VI Congresso Paradesportivo Internacional, organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro em São Paulo.

Com 3 trabalhos aprovados para o congresso produzidos pelo Grupo de Iniciação Científica em Esporte Paralímpico, os alunos em conjunto com professores e egressos que participaram dessa iniciativa criada no início de 2018, buscaram por meio dessa atividade, uma melhor compreensão dos aspectos relacionados ao esporte para as pessoas com deficiência, além de ampliar o conhecimento dos alunos no campo da pesquisa acadêmica.

O Grupo, que está aberto para a participação de novos alunos, já tem como meta o desenvolvimento de novos trabalhos, que serão finalizados até o 1º semestre de 2019.

Conheça os trabalhos que foram aprovados:

  • Os desafios do Esporte Paralímpico: barreiras e facilitadores para o desenvolvimento de um projeto esportivo com o Goalball – Autores: Thiago Luis Sant’Ana Tricta Mantovani (aluno egresso), Jefferson Rodrigues de Sousa (aluno egresso); Prof. João Paulo Casteleti de Souza e orientação do Prof. Felipe Varotti. O trabalho contou ainda com a participação da Profa. Dra. Doralice Lange de Souza. (UFPR).

 

  • A Educação Física Escolar e a Síndrome de Down – Autores:  Cintia de Campos Vaz (aluna do 6º sem. Licenciatura) – Orientação do Prof. João Paulo Casteleti de   Souza (curso de Educação Física).

 

  • Perfil da composição corporal dos atletas da equipe de Goalball de Itu – Autores: Jefferson Rodrigues de Sousa (aluno egresso); Thiago Luis Sant’ana Tricta Mantovani (aluno egresso); Danilo Marcelo de Lara (aluno do 6º sem Bacharelado), com orientação do Prof. João Paulo Casteleti de Souza e coorientação da Proa. Natalia de Almeida Rodrigues, ambos do curso de Educação Física.

Veja alguns depoimentos do grupo:

“A participação no Congresso vem coroar uma iniciativa do curso de Educação Física em fortalecer o desenvolvimento de trabalhos científicos em nossa área. Com a colaboração, comprometimento e envolvimento do Prof. João Paulo e da Profa. Natália, alunos egressos e atuais, conseguimos criar um grupo de estudos interessado em tentar contribuir para o desenvolvimento do Esporte Paralímpico. E assim, geramos aos alunos a oportunidade de enriquecer o conhecimento e vivenciar experiências acadêmicas que serão importantes em sua formação e atuação profissional. E ter três trabalhos aprovados em um Congresso de relevância internacional, nos deixa felizes e nos faz acreditar ainda mais que estamos no caminho certo”.  – Felipe Varotti – Coordenador do Curso

“No começo deste ano tive a oportunidade de fazer parte do grupo de iniciação científica, o que contribuiu muito para a boa elaboração do trabalho. Para mim, foi uma realização pessoal e profissional muito grande. ” – Cintia de Campos Vaz – aluna do 6º semestre Licenciatura

“O grupo de estudos foi a realização de um sonho desde minha formação em 2011. E em 2018 junto com professor João Paulo e o Coordenador Felipe Varotti, foi possível a realização deste grupo de pesquisa de iniciação científica! E agora estamos colhendo os frutos! Isso é muito importante e gratificante para o meu crescimento profissional! Espero que cada vez mais possamos abraçar essa e outras causas para alavancar a iniciação científica!” – Thiago Mantovani – aluno egresso

“A iniciativa do CEUNSP de ter esses grupos de estudos mostra o quanto a instituição valoriza a iniciação científica. Hoje sou aluno egresso e ter um trabalho aprovado em um congresso Paradesportivo de peso internacional, vem só acrescentar em minha vida acadêmica. E não vamos parar por aqui. Agradeço a oportunidade tanto dos professores que nos ajudaram no trabalho quanto da Instituição. ” – Jefferson Rodrigues de Sousa – aluno egresso

“Gostaria em primeiro lugar de dizer que sou muito grato pela oportunidade de participar de um projeto tão importante quanto esse. Além de proporcionar um material acadêmico, esse trabalho fomenta o esporte paraolímpico na cidade, incentiva os jogadores a buscarem evoluir ainda mais, e também fortalece outros projetos ligados à inclusão dos paratletas. ” – Danilo Marcelo de Lara – aluno do 6º semestre Bacharelado.

Veja fotos do evento: