O curso de Gestão da Qualidade da Faculdade de Gestão e Negócios (FGN) do CEUNSP desenvolveu no primeiro semestre letivo deste ano o projeto Gestor Mirim da Qualidade, com a proposta de proporcionar melhor qualidade de vida dos estudantes e suas famílias através da divulgação da filosofia japonesa dos 5S, que busca superar antigos hábitos e obter locais de convivência de forma ordenada, limpa e saudável. O projeto foi realizado com 54 crianças de duas salas do 4° Ano do Colégio Objetivo e com 66 crianças dos 2° e 5° Anos do Centro de Educação Madre Teodora, ambas de Itu.

A aplicação do projeto teve início com palestras do método 5S, que é composto pelos seguintes sensos: Seiri – utilização/descarte: separar o que é útil do que é inútil, o que é necessário do que é desnecessário; Seiton – organização/ordenação: colocar cada coisa em seu devido lugar, identificar e mantê-las nos lugares definidos; Seiso – senso de limpeza: manter os locais sempre limpos, mudar a disposição dos móveis, colocar uma planta num ambiente e melhorar sua iluminação; Seiketsu – higiene/saúde: criar condições que favoreçam a saúde física, mental e emocional das pessoas, além de conscientizar da importância da higiene pessoal; Shitsuke – autodisciplina/ordem mantida: para que o programa tenha sucesso, é necessária a participação de todos, pois trata-se de um processo contínuo, diário e permanente. “Este último é o momento da manutenção dos outros quatro sensos, de criar procedimentos para as atividades e fazer dos sensos um hábito”, explica o coordenador de Gestão da Qualidade do CEUNSP, professor Claudinei Novelli.

Durante o desenvolvimento do projeto, além das palestras, os alunos do Objetivo e do Madre Teodora puderam aplicar a filosofia dos 5S em atividades práticas, como por exemplo na arrumação das mochilas e do material escolar.

Para concluir a primeira etapa do projeto, foi lançada uma competição entre os alunos, onde eles deveriam implantar o sistema em um local de sua residência, com o registro do antes e do depois através de fotos, desenhos ou redações. Os trabalhos apresentados pelos alunos foram selecionados pelos acadêmicos do CEUNSP e expostos numa mostra. Em solenidade organizada pelos estudantes de Gestão da Qualidade, os alunos foram premiados com medalhas e brindes.

Para o coordenador, o projeto foi a materialização dos objetivos da disciplina de Projeto I, de favorecer a aprendizagem, estimular a corresponsabilidade do acadêmico com o aprendizado eficaz, promover o estudo, a convivência e o trabalho em grupo, desenvolver o estudo independente, sistemático e o autoaprendizado. “Buscamos oferecer diferentes ambientes de aprendizagem e auxiliar no desenvolvimento das competências promovendo a aplicação da teoria e seus conceitos na solução de problemas práticos relativos à profissão. Com essa atividade, buscamos direcionar o acadêmico para o desenvolvimento do raciocínio crítico e sua emancipação intelectual”, afirma.

De acordo com o professor, os universitários pretendem dar continuidade com a segunda fase do projeto, que é a implantação do 5S nas salas de aulas dos alunos. Esta nova fase será desenvolvida também através de competição entre as classes, com a realização de auditorias nas salas concorrentes, com atribuição de notas dentro dos 5 sensos. O objetivo será fazer com que o aluno aprenda a valorizar e cuidar de sua sala e escola, vindo a contribuir na sua conservação.

Participaram do projeto Gestor Mirim da Qualidade os seguintes universitários: Alessandra de Jesus Correia, Bruno Carlos Silva Farias, Cristielen Bernardo dos Santos, Lutécia Santos de Azevedo, Matheus Ribeiro Botelho da Costa, Mayra Soares, Renato William Machado e Robson Donato Santos.